quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Amoeira









olhar o mar num dia de natureza em desalinho...
sentir a espuma das ondas voarem em farrapos pela areia...
e as nuvens ganharem cores de mar revolto...
redescobrir na erosão das falésias as portas do mar...
contraponto de cores, de texturas...
alinhadas, suspensas, franqueando-se à luz do entardecer...
e o mar...
e o mar...
Fotos©avelaneiraflorida




2 comentários:

oceanus disse...

...e o mar
...e o mar

Lindo, o teu mar!
linda a tua sensibilidade que diz tudo.

profundus

Méon, disse...

Imenso!!!

Hei-de ir a estes lugares de sonho real!

SEMPRE!

Beijinho