quinta-feira, 29 de abril de 2010

HABEAS-PINHO

Recebi no e-mail esta "estória" linda que vou aqui deixar...
"Brigados", Gué!!!!!

Em 1955, em Campina Grande, na Paraíba, um grupo de boêmios fazia serenata numa madrugada do mês de junho, quando chegou a polícia e apreendeu o violão.Decepcionado, o grupo recorreu aos serviços do advogado Ronaldo Cunha Lima, então recentemente saído da Faculdade e que também apreciava uma boa seresta.
Ele peticionou em Juízo para que fosse liberado o violão. Aquele pedido ficou conhecido como "Habeas-Pinho" e enfeita as paredes de escritórios de muitos advogados e bares de praias no Nordeste.
 Mais tarde, Ronaldo Cunha Lima foi eleito Deputado Estadual, Prefeito de Campina Grande, Senador da República, Governador do Estado e Deputado Federal.

 EIS A FAMOSA PETIÇÃO :



HABEAS-PINHO


Exmo. Sr. Dr. Juiz de Direito da 2ª Vara desta Comarca:


 O instrumento do crime que se arrola


Neste processo de contravenção


Não é faca, revólver nem pistola,


É simplesmente, doutor, um violão.



Um violão, doutor, que na verdade,


Não matou nem feriu um cidadão,


Feriu, sim, a sensibilidade


De quem o ouviu vibrar na solidão.



O violão é sempre uma ternura,


Instrumento de amor e de saudade,


Ao crime  ele nunca se mistura,


Inexiste entre eles afinidade.



O violão é próprio dos cantores,



Dos menestréis de alma enternecida


Que cantam as mágoas e que povoam a vida


Sufocando suas próprias dores.


O violão é música e é canção,


É sentimento de vida e alegria,


É pureza e néctar que extasia,


 É adorno espiritual do coração.



Seu viver, como o nosso, é transitório,


Porém seu destino se perpetua,


Ele nasceu para cantar na rua


E não para ser arquivo de Cartório.



Mande soltá-lo pelo Amor da noite,


Que se sente vazia em suas horas,


Para que volte a sentir o terno açoite


De suas cordas leves e sonoras.


Libere o violão, Dr. Juiz,



Em nome da Justiça e do Direito,


É crime, porventura, o infeliz


cantar as mágoas que lhe enchem o peito?


Será crime, e, afinal, será pecado,


Será delito de tão vis horrores,


perambular na rua um desgraçado


derramando ali as suas dores?


É o apelo que aqui lhe dirigimos,


Na certeza do seu acolhimento,


Juntando esta petição aos autos nós pedimos


e pedimos também DEFERIMENTO.



Ronaldo Cunha Lima, advogado.


O juiz Arthur Moura, sem perder o ponto, deu a sentença no mesmo tom:

 
"Para que eu não carregue remorso no coração,


Determino que seja entregue ao seu dono,


Desde logo, O malfadado violão! “



Recebo a Petição escrita em verso


E, despachando-a sem autuação,


Verbero o ato vil, rude e perverso,


Que prende, no cartório, um violão.


Emudecer a prima e o bordão,


Nos confins de um arquivo em sombra imerso


È desumana e vil destruição


De tudo, que há de belo no universo.




Que seja Sol, ainda que a desoras,


E volte à rua, em vida transviada


Num esbanjar de lágrimas sonoras.


Se grato for, acaso ao que lhe fiz,


Noite de lua, plena madrugada,


Venha tocar à porta do Juiz.

Imagens (C) Google Images
Texto recebido por e-mail sem indicação de autor

quarta-feira, 28 de abril de 2010

TERNAMENTE...


 "Enquanto não sei amar e enquanto não digo "amo-te",
não amo plenamente."
                                                                Francesco Alberoni




Pintura (C)Antonio Nunziante, Dialoghi d'amore

domingo, 25 de abril de 2010

Para a noite que vem chegando...

Um chá aromatizado. Reconfortante.
Um pensamento partilhado.
Um suave adormecer...

BOA SEMANA!!!!!!!!!!!

Imagem (C) Teaposy

sábado, 24 de abril de 2010

sexta-feira, 23 de abril de 2010

LER.LER.LER.


E transformar o livro na leitura... de nós!
E entrar pelos caminhos do livro!
E gastar as palavras e os pensamentos e as imagens...
Cada momento. Todos os dias. SEMPRE!

Imagem(C) Charles Joseph Travies de Villiers

terça-feira, 20 de abril de 2010

Sugestão


Não serão precisas as palavras.
Mas só elas permitem encontrar a grafia dos sentidos.
E ao evocá-las...a imagem transfigura-se no sentir.

pintura (C) Michael Cheval

sábado, 17 de abril de 2010

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Gostei, sim!!!! E MUITO!!!!!!


Uma descoberta...um conjunto de memórias...
Um bisturi...uma cave...as cinzas...
Uma frase: " Tu não és interessante para mim!"

o talento, a ironia, a maestria da escrita de Juan José Millás
Uma tradução à altura!!!!

Uma partilha, pessoal, pontilhada por espaços únicos.
Uma discussão alargada...na Comunidade de Leitores!!!!

A reler!!!! Vezes e mais vezes!!!!
A procurar rapidamente as outras obras do autor.

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Viagem



Há olhos que só olham o sonho; e, quando
o sonho se dissipa, ficam cegos.

Há pontes por onde não se passa, no inverno,
embora ninguém as guarde: pontes
sem arcos, abstractas como um arco-íris
e frias como a chuva da madrugada.

Um campo de erva que amadurece;
o feitiço fútil dos faróis quando a manhã
limpa as últimas névoas;
um bater de pálpebras como asas:

imagens que lembro

e me restituem os olhos
com que avisto a entrada da cidade.

Nuno Júdice

Pintura (C) Jeffrey Batchelor

sexta-feira, 9 de abril de 2010

I believe I can (still) fly...


Resiste. Aos ventos que sonha gerir um dia. Perdidos os sons da mó, dos búzios...
Assinala-se contra o horizonte. Mudo.Entregue ao esquecimento dos homens.
Numa dignidade que se esboroa na pedra, na madeira,confundindo-se com a natureza. Morrendo aos poucos. Mas desafiador, ainda.Pela persistência da memória.

Fotografias (C) Avelaneira Florida

sábado, 3 de abril de 2010

uma EGGcepcional PÁSCOA!!!!!!!

AOS MEUS AMIGOS!!!!!!!

Aos conhecidos!!!!!

Aos muito QUERIDOS!!!!!



Aos....

e como os coelhos da Páscoa não põem ovos...
 afastem -se do tio Velasquez!!!!! ehehehehe


Imagens(C) recebidas por e-mail sem indicação de autor
Pintura (C) Velasquez

sexta-feira, 2 de abril de 2010

Hans Christian Andersen


Uma memória a evocar ...todos os dias.
Em nome da Imaginação. Da Criatividade. Do Sonho.
Em nome de todas as crianças. De todos os adultos.

Ilustração(C)Heinrich Lefler Wien

quinta-feira, 1 de abril de 2010

dia de quê?????????


Mentira??? mentirinha? aldrabice??? 1/2 verdade????
pequenino deslize??? logro?? falcatrua??? uma grande galga????
Intrujice???? lorota??? peta? patranha???? ou uma simples patarata???????

Como é que se inventa o dia das MENTIRAS...e se ensina às criancinhas  que MENTIR é FEIO!!!!!
Adulto é complicado, não?????

Ilustração © Jean Augagneur