terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Há dias assim...


em que os pensamentos nos pesam...
ou o dia se torna demasiado amplo para as forças de que dispomos...

sentimos então que uma mão nos ampara.
Um coração bate em uníssono.
Uma presença nos acompanha.
E o dia volta a ter nova claridade.

Imagem (C) Gutter
Enviar um comentário