sexta-feira, 9 de abril de 2010

I believe I can (still) fly...


Resiste. Aos ventos que sonha gerir um dia. Perdidos os sons da mó, dos búzios...
Assinala-se contra o horizonte. Mudo.Entregue ao esquecimento dos homens.
Numa dignidade que se esboroa na pedra, na madeira,confundindo-se com a natureza. Morrendo aos poucos. Mas desafiador, ainda.Pela persistência da memória.

Fotografias (C) Avelaneira Florida
Enviar um comentário