sábado, 6 de junho de 2009

"Rapinanço" assumido...


Fui ali ao meu lado esquerdo (clicar)

e "rapinei" com precisão esta "memória inenarrável"...

porque é preciso NÃO ESQUECER!!!!!!


mas , para não ficar com "azia",

achei por bem purificar-me com o sentir dos poetas!!!!





O que me tranquiliza é que tudo o que existe,

existe com uma precisão absoluta.

O que for do tamanho de uma cabeça de alfinete

não transborda nem uma fração de milímetro

além do tamanho de uma cabeça de alfinete.

Tudo o que existe é de uma grande exatidão.

Pena é que a maior parte do que existe

com essa exatidão nos é tecnicamente invisível.

O bom é que a verdade chega a nós

como um sentido secreto das coisas.

Nós terminamos adivinhando,

confusos, a perfeição.



Clarice Lispector, Precisão



Pintura (C) Bachelier
Enviar um comentário